quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Curtas aspirações

(Que se devem fazer durante as ações ordinárias de cada dia)

1- Logo que desperteis do sono, elevai vossa alma até Deus e dizei-lhe:Senhor, o vosso amor e nada mais. Quero viver sempre em vós e para vós.

2- Ao vestir-vos podeis dizer: Senhor, revesti a minha alma das vossas virtudes.

3- Ao despir-vos, ou quando mudais de roupa, podeis dizer: Ah! Senhor, despi minha alma de todos os vícios, e principalmente das inclinações que mais vos desagradam.

4- Antes de sairdes do vosso quarto, ou pelo menos, logo que vos for possível, ponde-vos de joelho e dizei: Este dia talvez será o último da vida, que Deus me concede para apagar os meus pecados e merecer o Céu. Ah! Senhor, quero consagrá-lo todo à vossa glória. De mim só nada posso fazer, mas tudo posso em vós e convosco. Meu Jesus, antes morrer que tornar a ofender-vos.


5- Ao enfeitar-vos e ao olhar-vos ao espelho, dizei: Tanto cuidado emprego para agradar aos homens, e tão pouco para agradar a Deus, que me criou com tanto amor, e me resgatou com seu sangue;

6- Ao sair de casa dizei: Santo Anjo da minha Guarda, guardai os meus olhos e todo o meu corpo e minha alma, para que me conserve fiel ao meu Deus.

7- Ao entrar na Igreja dizei: Ó minha alma, vais entrar na casa de Deus, onde tudo deve ser pureza e santidade: longe de mim todos os pensamentos da terra enquanto vou estar no palácio do Céu.

8- Ao assentar-vos à mesa dizei: Pai misericordioso, ao mesmo tempo que alimentais meu corpo, alimentai também a minha alma com a vossa graça.



9- Quando fores descansar dizei: Eis aqui o leito para o descanso do corpo; quando chegará esse feliz momento em que minha alma descansará no seio de Deus?

10- Antes de fazerdes as vossas orações podeis dizer: Lembra-te, minha alma, que vais agora falar com o Rei dos Reis, Senhor doa Senhores: a tua atenção, pois, deverá corresponder à tua pequenez e à Sua grandeza.

11- Quando cairdes em alguma falta, qualquer que ela seja, dizei logo: Senhor, quando pequei fiz o que sou capaz de fazer; vós agora fazeis o que sois capaz de fazer, perdoando-me. Dou-vos graças por não ter feito pior, pois de mim sou capaz de cair em culpas ainda maiores. Depois disso não penseis nessas faltas, nas quais tendes caído, senão na confissão.

12- Poder-se-hão empregar outras aspirações semelhantes, quando estivermos ocupados com outras ações: devemo-nos lembrar sempre que tais aspirações devem ser todas de confiança e de amor. Com estes meios começa-se maravilhosamente o caminho da verdadeira santidade; nele se fazem progressos e se chega à perfeição,


(Direção para viver cristãmente, pelo Rev. Padre Quadrupani, 1905)

Nenhum comentário:

Postar um comentário